Meï =carregar Taï= chinês

Chinese-Yi_Baby_Carrier

 

porte-bebe-chinois-L-3 BB tai  (2)

Parte I

De origem chinesa como seu nome indica, este tipo de porta-bebê faz parte do cotidiano das mães de quase toda a Ásia. Ops me corrigo, faz parte de toda a família asiática, felizmente a criança passa de “mãos em mãos” o dia todo. Ela é carregada muito pelos avós (estes mais cansados para irem trabalhar ao campo) e claro, ao longo do dia em função de quem esta “livre” a criança naturalmente é carregada pelo pai, tios e irmãos mais velhos. Muitos destes portas-bebês ainda são confectionados a mão pelas mães camponesas.  Elas usam tecidos coloridos, enfeitam com pérolas e bordados, e são geralmente fabricados durante a gestação. Outras variações de porta-bebê chinês existe, por exemplo em fibra natural, tipo cesto de carregar grãos, mas hoje vamos falar mais dos de pano.

A diferença com os nossos portas-bebês tipo chinês é o conforto, os tradicionais portas-bebês chineses nem sempre são confortávais como os nossos portas-bebês mais modernos e mais adaptados ao nosso estilo de vida.

Adaptados a fisiologia de ambos, do bebê e de quem o carrega, os portas-bebês asiáticos , são feitos para quem procura carregar bebê de uma maneira prática, segura e rápida instalação.

IMPORTANTE: Este porta bebê é recomendado para bebês com mais de 6 meses!!!

IMG_7191

Porque? Antes de 6 meses o bebê não está pronto fisiologicamente para tal posição. A bacia do bebê é muito estreita e imatura, com ossos e cartilagens ainda em formação poderá ocorrer deformação se houver exageração de abertura da bacia.

Atenção! Se houver a prática cotidiana de carregar bebê em um porta-bebê tipo chinês com o assento largo demais para acolher a bacia pequena demais do bebê ocorrerá risco de malformação óssea, muscular ou de ligamentos.

Assim também é valido a atenção para toda a coluna do bebê, ressaltando o cuidado especial da nuca. O porta-bebê chinês não permite ajustes ao longo do corpo do bebê como o Wrap ou no Sling. Por isso não há como bebê ficar “firme” dentro do porta-bebê como deveria, de recém nascido até aos 6 meses.

A partir dos 6 meses bebê consegue, normalmente, segurar sua cabeça e a estrutura fisiológica já está mais “rígida”.  Bebê se sentirá seguro dentro de um porta-bebê onde seu corpo pode descansar e crescer tranquilamente.

Assim como não é recomendado colocar um bebê antes dos 6 meses dentro de um porta-bebê tipo canguru não fisiológico como ao lado, onde bebê se encontra suspendido pelo sexo, sem apoio nos ombros e nuca, sem coluna arredondada.

Face ao mundo então! Sera que é necessário tanto estímulo tão cedo??? Recomendo NUNCA colocar  um bebê dentro de um destes portas-bebês. Aliás a recomendação (aproveitando sua atenção)  é nunca comprar ou aceitar emprestado este porta-bebê. Que ainda por cima de tudo, custa caro!

Coisa boa é o que não falta para dar aos nossos filhos e inspiração na sabedoria chinesa é o que não falta também!

asia,babywearing

Lindos porta-bebês chineses neste site.

Veja aqui lindos tecidos chineses.

Foto: http://i114.photobucket.com/albums/n257/susanthompsonspence/scan.jpg

Foto: http://img2.allposters.com/images/RHPOD/188-6622.jpg

 

Parte II (amanhã)

Como usar, como escolher, onde comprar…

 

Comentários resgatados

    1. Lindos, lindos, lindos Carine!!
      As fotos também retratam como ele é pratico!! Adorei querida!!!
      Beijão : )

  1. Carine
    12/10/2011 

    Que bom que você gostou :)!
    No ultimo ano que carreguei o meu menino( carreguei até aos 3 e meio), ele que pedia sistematicamente para ser carregado em um meï-taï. Imagino que para ele era muito confortavel, e eu claro feliz da vida!
    gros bisous ma belle